Conselhos & Conselheiros - Qual é o futuro da Governança pós-crise?

Atualizado: Mai 8

Por Wanderlei Passarella - Diretor Executivo da Synchron & Celint

Neste momento os Conselhos estão em estresse. Aumento de reuniões por videoconferência, grupos de WhatsApp, mudança da agenda de assuntos e até suspensão de atividades por alguns meses, em casos extremos. O modo "sobrevivência" foi ligado. Mas, se a principal tarefa da Governança é dirigir e controlar empresas pelos caminhos do médio e longo prazos, como fica essa guinada para o curtíssimo prazo? Os Conselhos vão perder o seu papel principal? Passadas algumas semanas de crise, a resposta agora é clara como cristal: em pouco tempo os Conselhos serão mais necessários do que nunca! Pois as visões, estratégias e modelos de negócios precisarão se readequar, com grande intensidade, aos novos tempos e às novas demandas. Avizinha-se um tempo em que a disseminação dos Conselhos - e das boas práticas de Governança em prol de resultados sustentáveis para os Stakeholders - será mais forte do que nos últimos dez anos. Prepare-se!


372 visualizações

Sincronize-se

 

Mantenha contato conosco pelo

LinkedIn Synchron & Celint.png

Ligação e WhatsApp:

+55 21  2200-0138 / 99707-5177

contato@synchron.net.br

QUIZ

NOTÍCIAS

CONTATO

CELINT - Centro de Estudos em Liderança e Governança Integrais © - 2016