top of page

SUCESSÃO EM EMPRESAS FAMILIARES - TRÊS DICAS VALIOSAS

Por Wanderlei Passarella - Founder & Chairman no CELINT


Os erros mais comuns na sucessão de CEOs, em empresas familiares, são passíveis de serem evitados com um único cuidado mais impactante: entender que a sucessão é um processo, e não um evento discreto, e preparar esse processo com prazo suficiente - 5 anos é um número interessante, conforme artigo da Forbes aqui anexo.



Além disso, o artigo explicita a necessidade de um Conselho experiente estar na retaguarda, para garantir a sustentabilidade desse processo antes, durante e após a sucessão em si.


Mas, de nossa experiência prática conduzindo processos desse tipo em empresas de capital fechado, há três dicas que podemos relatar:


1. Encontre uma atividade ao sucedido(a) com a qual ele se encante e que dê desafios suficientes a ele. Empreendedores bem sucedidos não se aposentam!!!


2. Garanta que o processo seja tão bem elaborado que as dúvidas do sucedido(a) sejam sanadas e ele(a) tenha confiança.


3. Mantenha a cadeira do Fundador(a) sempre desocupada. Essa cadeira sempre pertenceu e pertencerá a ele(a). A cultura da empresa será preservada e a sua história também.


Essa dicas são valiosas e devem ser implantadas de acordo com a maturidade da empresa e respeitando sua filosofia. Sempre digo que não há fórmulas de bolo!!!




46 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page