top of page

Há atalhos para se chegar ao Conselho?

Por Wanderlei Passarella - Founder & Chairman no CELINT


Com o aumento da oferta e da demanda por vagas em Conselhos Administrativos ou Consultivos, essa pergunta começa a aparecer com frequência nas redes, obviamente despertando a atenção. Mas, quer saber a verdade, seja ela colorida ou preto e branco?



Bem, me dediquei mais da metade de minha vida profissional, por 26 anos para ser mais preciso, a posições em Conselhos, em empresas de capital aberto, familiares de capital fechado, ONGs, Associações de Classe etc. Isso em paralelo com a função de CEO em três empresas, uma multinacional e duas nacionais de capital aberto em bolsa. Fundei o CELINT, em 2015, empresa dedicada a formar Conselheiros e a desenvolver Governança em outras organizações.


Em meados de 2022, lancei o livro “Conselheiro de Empresas – o que você precisa para uma carreira promissora”, livro pioneiro sobre carreira de Conselheiros, lançado pela principal editora de negócios no Brasil na atualidade, a Alta Books, selo de credibilidade para um trabalho sério.


No livro exploro muito esse ponto e a conclusão é a seguinte: as oportunidades para Conselho devem ser perseguidas de forma autônoma. Não há atalhos. Atuar em Conselhos é como uma maratona, que exige preparo, dedicação, treino e uma visão clara de um plano de corrida. Não é um “sprint” de 100 metros rasos... minha definição para isso é que a carreira de um Conselheiro é “autoral”. Tem que levar em conta sua personalidade, suas características de executivo, experiência, treinamentos, certificações, e um plano exequível de posicionamento e networking junto aos decisores de potenciais vagas.


Qualquer ilação ou proposta de atalho é mera figuração para atrair incautos. É como o canto da sereia, ou daquela figura jovem que dizia que com menos de 20 anos já tinha feito seu primeiro milhão e te convidava para investir na empresa que a ajudou a conseguir tal feito...


Na hora de se dedicar a uma segunda carreira tão importante e promissora, como a de Conselheiro, não faça apostas. Siga com quem tem referências de atuar com seriedade, conhecimento e experiência no assunto. Esse pode ser o seu melhor investimento em si próprio!






10 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page