top of page

“O BEM É SE OCUPAR COM A CAUSA DO FUTURO SEM SE PREOCUPAR COM O FUTURO DA CAUSA”

Por Wanderlei Passarella - Founder & Chairman no CELINT


Era início de 2012, e já não me sentia tão bem no papel de CEO e principal líder de uma empresa pertencente a um grupo aberto em bolsa. Eu havia levado a organização a sair de um grande imbróglio financeiro, após a crise mundial no final de 2008. Tinha assumido um ano antes. Fizemos muitas restruturações, reduções de custos e ganhos de eficiência, mas a crise foi devastadora e logo compreendemos que os bancos não mais nos dariam o suporte que estavam dando, porque eles estavam em risco...




Foram tempos muito difíceis, entre 2008 e 2012. Aprendi, na prática, o que é gerir um negócio que ia se sufocando, sem capital de giro, sem crédito e sem margem de manobra em suas operações. Mas, sobrevivemos! Conseguimos fazer uma emissão privada na Bolsa, entre outras ações, e hoje o grupo está firme e forte.


Mas, voltando à 2012, eu já não sabia que curso seguir. O que eu devia fazer para rearrumar a empresa já estava feito. Foi muito duro lidar com problemas por muitos anos. Até que no dia 1º de maio, Dia do Trabalho, acordo de manhã com o aforismo do título deste post pulsando em minha cabeça. Compreendi que era minha voz interior, me chamando para novas aventuras. A exemplo de Mojud – o homem com a vida inexplicável, conto sufi relatado por Osho, decidi que era hora de sair e iniciar um novo caminho. Dedicar-me a uma causa do futuro, sem saber ainda o que ela seria. A confiança no fluxo da vida pulsava em meu ser, após receber esse aforismo nesse dia 1/5/12.


Comecei do zero, sem nada em mãos. Apesar de já ter mais de 15 anos de experiência em Conselhos, não fazia parte de nenhum nesse momento. Mas aí estava algo que me inspirava: trabalhar pela Governança, com um propósito, uma atividade que tem um grande impacto social. Comecei mentorando executivos em transição de carreira rumo a Conselhos. Logo, tinha um workshop montado e, a pedidos, este deu origem à primeira turma do PFC, no início de 2018. Em seguida vieram outros cursos, certificações, consultorias e assessorias. Nasceu o CELINT.


E aqui estou, após mais de dez anos, me dedicando a uma causa, que reputo como do futuro. Cuidar da Governança de empresas familiares (na maioria ainda muito incipientes) e inspirar profissionais a realizarem transformações construtivas em suas organizações por meio de uma Governança Integral, sendo Conselheiros verdadeiros e bem-preparados!! 


Tudo vale a pena se a alma não é pequena! Fernando Pessoa


Qual será o nosso futuro? Como dito pelo aforismo, não devemos nos preocupar com ele. Pois a vida dá muitas voltas. Mas, boas sementes darão bons frutos sempre!


Cuide de plantar boas sementes e fuja de plantar ventos, pois poderá colher tempestades! Em frente, com espírito de verdade, desapego e confiança, sempre!




0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page